22 de mar de 2010

O PIG internacional não quer a reforma da ONU. O PIG nacional reproduz a opinião do PIG internacional. E nós do Dendê Socialista chutamos o balde.

O Pig brasileiro repercutiu uma matéria publicada no http://www.timesonline.co.uk/ e depois vendida pela Agência Estado. O conteúdo do texto original enfoca os desejos de parte da diplomacia brasileira, em construir o nome do Presidente Lula, para suceder o sul-coreano Ban Kin-moon como Secretário Geral da ONU. O Dendê Socialista apóia os diversos analistas internacionais que afirmam a urgente necessidade de a ONU ser reformada. Desde 2002 a diplomacia brasileira dialoga com a comunidade internacional para efetivar a ampliação do acesso aos organismos internos das Nações Unidas, pois os mesmos ainda obedecem a critérios de indicação e composição oriundos da realidade geopolítica no mundo pós-1945. O Dendê socialista acha que as articulações do Itamaraty em torno da futura indicação de Lula para o cargo de Secretario Geral da ONU fazem parte de um esforço geral da diplomacia brasileira, que visa à reforma da instituição. Se por um acaso Lula conseguir ser eleito Secretário Geral da ONU, as reformas irão sair mais rápido. Os EUA e a Inglaterra são contra as reformas na ONU, principalmente com relação às pretensões do Brasil e de outros países em ampliar o numero de assentos permanentes no Conselho de Segurança. A Matéria do Times não é das piores, inclusive é informativa, nela é possível ver nas entrelinhas, uma ponta de rancor-inveja-descredito inglês, com relação a posição crítica do Presidente Lula , sobre a prospecção de petróleo pelas companhias petrolíferas da Inglaterra, no perímetro das Ilhas Malvinas.
O PIG internacional não quer a Reforma da ONU. O PIG nacional reproduz a opinião do PIG internacional. E nós do Dendê Socialista chutamos o balde.
*Link para um artigo sobre a reforma da ONU escrito pelo Ministro das Relações Exteriores, Embaixador Celso Amorim: http://www.iea.usp.br/textos/amorimonu.pdf

Nenhum comentário:

Postar um comentário